Domingo 19 de Novembro de 2017
Home / Arte

Arte

A fachada principal é em cantaria de granito, enquadrada por pilastras coríntias gigantes, rematadas por coruchéus. Apresenta dois registos divididos por entablamento e três panos divididos por colunas salomónicas com capitéis compósitos, sobrepostas e avançadas, coroadas por coruchéus mais pequenos em torçal. A fachada é rematada por um grande frontão com nicho, albergando a escultura da Mater Omnium, com o manto aberto protegendo os infortunados.

O interior da Igreja, de nave única, é formado por um vestíbulo sobreposto por coro-alto, um púlpito na parede do lado da Epístola, quatro janelões e um presbitério.

As paredes estão integralmente revestidas com painéis azulejares, azuis e brancos, dispostos nas paredes laterais em três registos, decorados com imagens de querubins, grinaldas, auriculares e volutas.

A Iconografia incide predominantemente em cenas do Novo Testamento, com legendas latinas.

O teto é em madeira policromada, tipo gamela, e tem ao centro a cena evangélica da Visitação. Nas extremidades, encontram-se a esfera armilar coroada e o escudo nacional coroado. Apresenta ainda as figuras de S. Joaquim e S. José, querubins, grinaldas e acantos. A pintura está datada e assinada por Jerónimo da Rocha Braga, 1743.

O retábulo-mor é em talha dourada e tem uma estrutura vertical tripartida, formada por três arcos de volta perfeita, o sacrário em dois registos e o trono central alteado em quatro andares.  O sacrário saliente é coroado por uma imagem de Cristo crucificado com cabeleira.